INSTITUTOS DA CONCILIAÇÃO E MEDIAÇÃO COMO MEIOS EFICAZES DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS NO CONTEXTO DO ROMPIMENTO DA BARRAGEM DA MINA DO CÓRREGO DO FEIJÃO NA CIDADE DE BRUMADINHO-MG

  • Leandro Barbosa de Araujo
  • Célia Regina de Sousa
Palavras-chave: : resolução de conflitos; autocomposição; justiça; economia processual.

Resumo

Devido a muitas demandas judiciais litigiosas e o tempo dispensado para o exaurimento destas, é comum que o desfecho final nem sempre alcance um dos objetivos principais, qual seja, sentimento de justiça. Diferentemente dos resultados alcançados pelas modalidades de resoluções de conflitos pela via contenciosa, as resoluções de conflitos pela autocomposição tendem a apresentarem resultados mais positivos. Nesse sentido, o que se busca através do presente artigo é verificar as principais diferenças entre as modalidades de resoluções de conflitos pela via contenciosa e as modalidades de resoluções de conflitos pela via da autocomposição no que se refere à conciliação e mediação. Para isso, o presente estudo terá como fonte de pesquisa a doutrina, jurisprudência e demais normas vigentes, buscando demostrar que a aplicação da autocomposição tende a alcançar mais celeridade, justiça e economia processual.

Publicado
2021-11-23
Como Citar
Araujo, L., & Sousa, C. (2021). INSTITUTOS DA CONCILIAÇÃO E MEDIAÇÃO COMO MEIOS EFICAZES DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS NO CONTEXTO DO ROMPIMENTO DA BARRAGEM DA MINA DO CÓRREGO DO FEIJÃO NA CIDADE DE BRUMADINHO-MG. Revista Interdisciplinar Sistemas De Justiça E Sociedade, 2(1), 52-60. Recuperado de https://justicaesociedade.tjma.jus.br/index.php/esmam/article/view/117